Allmark | Registro de marcas e patentes

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Muitas vezes, mesmo sabendo que precisa registrar a marca, o empreendedor deixa para depois… E o depois custa caro!

Quem lida diariamente com a questão de registro de marcas e patentes de produtos, como a Allmark, tem inúmeras histórias para contar de casos em que o empreendedor — ou por desconhecimento ou por pura teimosia —, deixa de fazer o registro de sua marca e depois se arrepende.

Recentemente, na Allmark, um cliente foi surpreendido negativamente pela notícia de que sua marca já existia e, por isso, não poderia ser registrada. “Ele foi ao contador, abriu sua empresa e com a razão social em mãos alugou imóvel, fez investimentos em fachada, material impresso, uniformes, abriu conta no Instagran e tudo. Somente depois de alguns meses, com toda sua estrutura já funcionando, resolveu nos procurar. Ele ficou arrasado.”, conta o consultor e mentor Edmilson Lima.

Um DETALHE IMPORTANTE dessa história é que o cliente havia feito uma consulta na Junta Comercial, e como a marca apareceu disponível, ele deu andamento aos investimentos, pensando em registrá-la depois.

“Este é um tipo de erro bastante comum. A maioria das pessoas não sabe que o registro de marcas e patentes é realizado a nível nacional, e não estadual, pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial – INPI, único órgão responsável e autorizado a emitir registros e patentes no país”, explica Edmilson.


O QUE FAZER QUANDO SUA MARCA JÁ EXISTE

Depois de receber a notícia de que sua marca já existe e, por isso, não pode ser registrada, o empreendedor se sente perdido, sem saber o que fazer para recuperar o prejuízo com todos os investimentos já realizados levando o nome tão sonhado da empresa.

O que fazer neste momento?

A orientação da Allmark é mudar a marca. A razão social, em alguns casos, até pode ser mantida, mas para evitar problemas futuros com a empresa detentora da marca, o ideal é mudá-la o quanto antes. Para diminuir o prejuízo — que já existe e só tende a aumentar —, o correto mesmo é desenvolver uma nova marca e tentar seu registro.

“Sabemos o quanto é decepcionante este momento para o empresário, que vê todos os seus sonhos idealizados desfeitos por falta de conhecimento, muitas vezes, por uma informação mais clara que poderia ter recebido quando buscou orientação sobre a abertura da empresa, por isso, cumprimos nosso papel social na conscientização sobre este passo tão importante e decisivo para quem quer empreender”, orienta Edmilson Lima.

BUSQUE ORIENTAÇÃO E A SIGA

No que se refere ao registro de marcas, são muito comuns casos de “teimosia crônica”, sabe aquele ‘momento bobeira’ em que o empreendedor, mesmo já tendo sido orientado sobre a importância de registrar sua marca, acredita que este é um “custo” a mais, e que pode deixar para depois, para quando estiver melhor capitalizado.

“Muitas pessoas não compreendem a importância do registro da marca, não entendem que este é o segundo passo mais importante quando se pensa em abrir um negócio, pois é o que as protegerá de prejuízos futuros. Fazem tudo primeiro, colocam a empresa no mercado, para só depois buscar o registro e, então, descobrir que não está disponível. Muitos até persistem no erro e, em vez de mudar a marca, ficam esperando o problema chegar. O resultado é que não conseguem se posicionar no mercado, porque não tem diferenciação”, enfatiza o consultor e mentor Edmilson Lima.

Não basta pesquisar no RegistroBr, no Facebook, no Instagran ou na Junta Comercial se o nome está livre ou achar que porque mudou apenas uma letra do nome que já existe, pode usar a marca. Não é assim que funciona. O que, realmente, funciona é buscar orientação com quem entende do assunto, investir em uma consultoria especializada, que pode oferecer segurança para você tomar atitudes mais assertivas.

Allmark – registro de marcas e patentes, consultoria e mentoria.
www.allmark.com.br

Curtiu? Então, compartilhe!
Sobre o que mais envolvendo registros e marcas você gostaria de saber?

Busque um artigo

Leia também